Rua Arnaldo Magniccaro, 972 - São Paulo-SP 11 5632-4000

Item adicionado ao orçamento


9 Passos para a recuperação do seu gramado

Gostou? compartilhe!

9 Passos para a recuperação do seu gramado

Conheça os benefícios de ter um belo gramado.
Dentre os benefícios que cultivar um belo gramado pode trazer, além da valorização do seu imóvel, estão o controle da erosão do solo, filtragem da água das chuvas, melhora na umidade do ar e devolução de oxigênio para o ar através do processo de fotossíntese.

Bom demais, não é?
Mas, se nos últimos meses, ou anos, você não tomou os devidos cuidados para manter o gramado verdinho e bem cuidado, e agora precisa de uma operação dedicada a total recuperação de toda essa grama, não se preocupe!
Através deste passo-a- passo, o seu gramado poderá ser belo e como nunca.

1. Faça o corte do gramado
Escolha, de preferência, a primavera/verão para dar início ao processo de recuperação do seu gramado.
O ideal, nesta etapa, é cortar o gramado bem baixo, de preferência durante épocas mais quentes do ano, onde a recuperação do gramado se dá de forma mais acelerada.

Não sabe qual equipamento utilizar nesta etapa?
Aprenda agora mesmo a diferença entre os aparadores, cortadores de lâminas e os cortadores helicoidais.
Cortadores de lâminas:
Através deste equipamento, o corte também é realizado por impacto, mas se a lâmina estiver afiada as folhas ganham um aspecto mais perfeito e uniforme.
Aparadores de grama:
Para espaços menores, você pode optar por aparadores de grama. São bastante práticos, em questão de tamanho e peso, mas como utilizam a fita, as folhas são cortadas por impacto, o que proporciona a elas um aspecto serrilhado.
Cortadores helicoidais:
Indicados principalmente para gramados extensos, os cortadores de grama proporcionam um corte mais uniforme e rente ao solo, pois não cortam por impacto, e sim através de mecanismo semelhante a uma tesoura. São vários modelos, alguns deles com regulagem de altura, diferentes potências, e muito mais.

2. Recolha toda a grama cortada
Não deixe restos de grama cortada sobre o gramado! Recolha toda a palha para que ela não fique se decompondo na grama, pois além de não ser visualmente bonito, esta palha retira nutrientes do seu gramado, deixando-o pobre, e favorecendo a proliferação de fungos devido à retenção de umidade.
Essa palha também faz com que o gramado receba menos luz e cresça demais, o que deixa o gramado com aspecto de palha e fofo como um colchão.
Nesta etapa, um varredor de grama facilita bastante todo o trabalho, mas você também pode utilizar um rastelo convencional.

3. Retire todo o “colchão de grama”
Mesmo depois de toda a grama cortada ter sido recolhida, no meio da grama, muitas vezes, uma palha é acumulada. Chamamos esta palha dethatch, ou “colchão de grama”, e ela deve ser retirada ao máximo com a ajuda de um rastelo, ou se preferir, utilizando um equipamento chamado Dethatcher.

 4. Faça a aeração do solo com facas curvas
A aeração proporciona uma melhor absorção dos nutrientes, melhor infiltração da água no solo e redução do escoamento.
Para realizar a aeração utilize facas curvas. Elas cortam o gramado, e através destes cortes, há melhor penetração dos fertilizantes, água e diversos benefícios.

5. Faça a aeração do solo com pinos ocos
Através da furação com pinos ocos, faça a segunda etapa de aeração deste gramado.
Os pinos ocos entram no solo, retiram toda Através da furação com pinos ocos, faça a segunda etapa de aeração deste gramado.
Os pinos ocos entram no solo, retiram parte do solo rico em argila e deixam espaços para uma nova cobertura com areia média e matéria orgânica (Forth Condicionador de Gramados) misturados.
Utilizando os pinos ocos, a nova camada entrará dentro dos buracos feitos, e trará uma qualidade muito melhor para este gramado, proporcionando melhor geração da raiz, melhora na drenagem da água, além de fortalecer o enraizamento do gramado.

6. Não esqueça da cobertura do gramado
Após a etapa de aeração do gramado, dê início a etapa de cobertura do solo.
A cobertura é feita com areia média e matéria orgânica (Forth Condicionador de Gramados) – duas partes de areia, para uma parte de Forth Condicionador, misturados.
Com a mistura pronta, lance no gramado já furado com pinos ocos.

7. Faça o nivelamento do gramado
Depois de seguir todas estas etapas, faça o nivelamento do solo utilizando o rolo.
Após a aeração este gramado estará muito solto, e através do nivelamento o gramado será novamente acomodado.

8. Realize a adubação da área total
Utilizando a quantidade de 100g por m², faça a adubação a lanço com Forth Jardim, a cada 120 dias, molhando bem logo após a aplicação do produto, evitando assim que as folhas sejam queimadas.
Essa adubação é necessária para repor os nutrientes que foram retirados do solo ao longo dos vários cortes feitos na grama.
Os gramados necessitam de macro e micronutrientes, por isso é fundamental utilizar um fertilizante completo.

9. Adubação foliar (a cada 15 dias)
Para um gramado ainda mais verdinho, realize a adubação foliar regularmente.
O Maxgreen Foliar é um fertilizante para pulverização, composto de ferro, magnésio e enxofre, que tem a função de aumentar a produção de clorofila na grama, deixando-a com a coloração ainda mais verde.

Ferro: O ferro é um catalisador que ajuda na formação da clorofila, age como um carregador de oxigênio e ajuda a formar certos sistemas respiratórios envolvendo enzimas. (a cada 15 dias)
Magnésio: O magnésio é necessário para as plantas capturarem a energia do sol utilizada para o seu crescimento. Ele entra na composição da clorofila, responsável pela captação da energia solar para a formação de açúcares a partir do gás carbônico e da água (fotossíntese).
Enxofre: O enxofre é um componente estrutural de alguns aminoácidos e vitaminas, e é essencial à produção de cloroplastos.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Nipo Santo Amaro Whatsapp Nipo Santo Amaro